A vida é o desgaste dos corpos
Tortos
Mortos

A paixão é o atraso da vida
Sofrida
Perdida

A morte é o que traz a paz
Nada
Mais

Anúncios

~ por tikogabbagabba em 19/01/2014.

Uma resposta to “”

  1. O amor é anômalo. Parasitário.
    Corrói toda vitalidade, sonhos e certezas.
    Devora a essência um do outro. Sem piedade.
    Destrói o que julga amar. Por puro impulso narcísico. Pela maldita individualidade que não sabe se calar.

    Outrora, algo batia no peito. Uma potência indefinida. A certeza de ter encontrado o melhor alguém. O único alguém.
    Mas na ânsia de obter, de se mesclar as criaturas se destroem. Se dilaceram.
    Arrancam friamente o sentido.

    E desse impiedoso ato, só restam os destroços. Os pedaços mórbidos.
    O abraço de um morto. De um pesado vazio que lateja na infinitude do olhar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: